Home > Família em férias > 7 maravilhas para ensinar seu filho a amar a natureza
2 de junho de 2016

7 maravilhas para ensinar seu filho a amar a natureza

Na semana do Meio Ambiente, ou fora dela, conheça os destinos do Brasil que merecem ser conhecidos e preservados

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/Georgijevic

Uma das maneiras mais gostosas de ajudar a desenvolver em seus filhos o amor pela natureza é… dar a eles a oportunidade de explorá-la. Você pode levá-los a praças, parques e bosques da sua própria cidade, visitar zoológicos e aquários ou mesmo sair para o quintal de lupa na mão para mostrar o caminho das formiguinhas. Mas legal meeesmo é programar uma viagem para um lugar com uma paisagem bem diferente e com seres vivos soltinhos da silva, em seus ambientes naturais. Tudo para eles aprenderem a respeitar o meio em que vivemos e perceber que estamos conectados a ele.

1. Descobrir as cavernas do Petar
As cavernas são ambientes que levam o imaginário das crianças far, far away! E o Parque Estadual Turístico do Alto da Ribeira, em Iporanga, é um bom ponto para conhecer esse produto da natureza: tem uma boa concentração de cavernas abertas à visitação e infraestrutura razoável. Guias levam os viajantes pelos caminhos tortuosos, cheio de mistérios e de surpresas, com lanternas na mão. Sim, há morcegos pelo pedaço. Assim como estalagmites, estalactites, poços de água, paredes escorregadias…
Para quem não tem medo de: se molhar! Há alguns poços no percurso.
Recomendado: desde 7 anos.

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/FelipeDutra

2. Nadar com os peixinhos em Bonito
O Rio da Prata no Mato Grosso tem águas cristalinas e uma correnteza suave: ótima para a flutuação. Mesmo as crianças que ainda não sabem nadar direito podem participar do passeio – que inclui, claro, coletes salva-vidas. Enquanto boiam, podem ver os incontáveis e coloridos peixinhos passando. E, quem sabe, um jacaré!
Para quem não tem medo de: água fria! No inverno mato-grossense, a temperatura da água fica um pouquinho gelada.
Recomendado: desde 5 anos.
Também tem: cavernas, lagoas, tirolesa, boia-cross, caminhadas.

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/IltonRogerio
to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/filipefrazao

3. Observar os animais no Pantanal
É uma área maior do que a Holanda, no meio do Brasil. Não à toa foi reconhecida pela Unesco como Reserva da Biosfera. Entre outubro e abril, essa planície, cortada pelo Rio Paraguai e seus afluentes, fica toda inundada. E os animais se agrupam aonde está seco. Mais fácil de ver cervos, capivaras, tamanduás e até onças-pintadas (há mais de 110 espécies de mamíferos por ali). As fazendas promovem safáris de observação – melhor seria dizer fotográficos.
Para quem não tem medo de: ficar quietinho, esperando algum animal aparecer no horizonte.
Recomendado: desde 7 anos.
Também tem: pescarias, cavalgadas.

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/Josef Friedhuber
to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/Zwilling330
to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/PobladuraFCG

4. Sentir os respingos das Cataratas do Iguaçu
Essa é uma das maravilhas do mundo e está aqui no nosso quintal. No Parque Nacional do Iguaçu ou do outro lado da fronteira, na Argentina (vale ir aos dois lados), pode se ver esta megacachoeira arrebentando em cascatas. São mais de 250 quedas d’água, bem violentas! Arco-íris são recorrentes. Assim como os bichos passando a seu lado – de tucanos a quatis.
Para quem não tem medo de: se molhar! O volume de água é tamanho que para ter as melhores vistas é preciso enfrentar as gotas!
Recomendado: desde bebê.
Também tem: passeio de barco, de jipe ou de helicóptero, caminhada no Parque das Aves e a Usina de Itaipu.

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/rmnunes
to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/VanessaBarcia

5. Subir nos chapadões da Chapada Diamantina
Esse parque no meio da Bahia tem uma das configurações mais interessantes do Brasil: os chapadões – montes enormes achatados no topo. Perto deles, os rios, as cachoeiras, as piscinas naturais, as grutas, os cânions e até as cavernas viram coadjuvantes. Tudo isso em um cenário que alterna a caatinga, o cerrado e  áreas de mata atlântica. Há caminhadas para todos os condicionamentos físicos. Mas o interessante é subir em um dos Chapadões para ver aquele mar de morros – diferente – de cima.
Para quem não tem medo de: caminhar! Todos os passeios exigem esforço físico.
Recomendado: desde 10 anos.
Também tem: tirolesa, rapel, montain bike, exploração de cavernas.

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/jeilson
to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/jeilson

6. Ver os montes do Rio de Janeiro
Tem nesse mundo um skyline mais bonito do que o da cidade do Rio de Janeiro? Cheio de morros recortados como o Corcovado, Dois Irmãos, Pão de Açúcar, Pedra da Gávea… Uma baía linda, a da Guanabara. As serras verdinhas no horizonte. E o mar. Dizem que para aproveitar essa vista, o melhor lugar é Niterói, do outro lado. Mas você pode também dar uma volta de bicicleta na Lagoa Rodrigo de Freitas e ficar olhando pra cima. Ou passear de bondinho – aí essa belezura vai estar em movimento.
Para quem não tem medo de: descobrir que o lugar mais bonito do mundo está tão pertinho.
Recomendado: desde bebê.
Também tem: praia, parques, parquinhos, boa infraestrutura.

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/MaFelipe
to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/marchello74

7. Esperar a chegada dos golfinhos em Noronha
A Enseada dos Golfinhos, em Fernando de Noronha, não é aberta à visitação. Isso por que é ali que esses mamíferos nadadores se refugiam para dormir. Porém, há um mirante para observar a maravilha que é vê-los entrando em bandos pela manhã (mais de 7 mil), dando rodopios no ar! Um espetáculo! Leve binóculos e/ou máquina fotográfica. Uma alternativa é embarcar em um passeio de barco, à tarde, hora que eles partem novamente para alto-mar.
Para quem não tem medo de: acordar cedo. Os golfinhos rotadores voltam lá pelas sete da manhã.
Recomendado: desde 10 anos.
Também tem: passeio de barco e de canoa, mergulho livre, tartarugas, surfe, caminhadas, palestras sobre a natureza.

to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/Kyslynskyy
to-go-blog-familia-em-ferias-7-maravilhas-para-fazer-seu-filho-amar-a-natureza
iStock/nok6716

dica to go travel

Converse com seu agente de viagens na hora de reservar o assento do avião. Nesses destinos, a experiência já começa com a bela vista da chegada. É imprescindível escolher janela e ficar longe da asa!

Passagens aéreas para Bonito, Campo Grande, Foz do Iguaçu, Rio de Janeiro e Fernando de Noronha

Hotéis em Campo Grande, Foz do Iguaçu, Rio de Janeiro e Fernando de Noronha

Bettina Monteiro
Bettina Monteiro

Jornalista, começou a carreira descobrindo o Brasil para os Guias Quatro Rodas e participou da criação das revistas Viagem e Turismo e Próxima Viagem, e do portal ViajeAqui, da Abril Mídia. Há 12 anos, desde que nasceu sua filha Lulu, não há cidade, resort, parque ou cruzeiro que escape à sua dedicação em encontrar experiências perfeitas para viagens em família.