Home > Família em férias > As mais belas árvores do mundo
15 de agosto de 2017

As mais belas árvores do mundo

Sequóias, baobás, oliveiras, ipês, pinheiros do Paraná… uma seleção de árvores que valem a viagem!

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Imagem: iStock_martinhosmart

Quem já subiu em uma árvore, escalou seu tronco, equilibrou-se em seus galhos, olhou o mundo de cima e provou algum fruto tirado diretamente do pé sabe bem a delícia que é essa tão singela experiência. Também sabe o quão longe ela está do dia-a-dia das crianças. Por isso, na hora de planejar a sua próxima viagem, pesquise um pouco sobre a paisagem, veja se há no destino alguma vivência bacana. Nem precisa ser uma aventura radical – do tipo climbing a tree na Amazônia (assim em inglês já que escalar árvores gigantes é um dos programas favoritos dos gringos). Pode ser algo mais simples como um arborismo em Brotas, um circuito de bicicleta em Massachusetts, uma observação de pássaros em um bosque de pinheiros, um workshop fotográfico ou até mesmo um simples piquenique embaixo de um chorão. Não importa a maneira, mas abrace essa causa – a árvore. Literalmente até.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Subir em uma árvore: das melhores coisas da infância (foto: arquivo pessoal)

Fiz uma pequena seleção de árvores que valem a viagem:

1) Sequóias no Yosemite Park, Estados Unidos
Lembra daquela imagem de um carro atravessando um túnel em um tronco de árvore? Pois, ela foi tirada anos atrás no Yosemite Park – em um tempo em que ninguém sabia que fazer um túnel em uma árvore significava matá-la aos poucos! Enfim, a árvore famosa morreu, mas suas irmãs milenares (de 1200 a 1800 anos) estão ali para lembrar a nossa insignificância. Além de velhas, elas são enormes: 115 metros de altura e até 18 metros de diâmetro de tronco!

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Sequóia em Yosemite Park, Estados Unidos. Imagem: iSock_noblige
to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Grizzly Giant, a estrela do Yosemite Park / Imagem: iStock_Kenneth Sponsler

2) Baobás, na África
O imbondeiro faz parte da paisagem africana – lembra-se das aventuras africanas de O Pequeno Príncipe, de Saint Exupéry? Com um tronco gordinho e os galhos retorcidos, sua presença é sinal de vida… um verdadeiro oásis. Dentro de seu tronco, que muitas vezes chega a 20 metros de diâmetro, há, escondidinho, litros e mais litros de água, ajudando a preservar a vida no tantas vezes árido continente africano e em Madagascar.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Já leu o Pequeno Príncipe? Pois estes são os baobás. Imagem: iStock_mihtiander
to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Mais baobás na África. Imagem: iStock_stillwords

3) Arrayanes, na Argentina
Lembra daquelas árvores lindas de troncos avermelhados do filme Bambi? Pois elas existem! Entre outros lugares, estão no Bosque de Arrayanes, em Villa Angustura, a poucos quilômetros de Bariloche. O bosque parece saído de conto de fadas. À beira do lago Nahuel Huapi, é bem estruturado, com passarelas de madeira para facilitar a caminhada dos mais desavisados. Reserve um dia para fazer o passeio. É possível chegar ali de barco, com hora para voltar, ou por terra. Nesse caso, considere alugar uma bicicleta.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Uma das atrações de Bariloche: o Bosque de Arrayanes. Imagem: iStock_Mandy2110

4) Maple Tree, no Canadá
Nativa das províncias de Ontário e Quebec, esta árvore tem uma folha bem delineada e característica que acabou virando símbolo do país. Suas árvores se espalham por todo o leste do país e produzem um xarope que faz o gosto das crianças. Da série veja a árvore, leve a folha para o herbário e compre uns frascos de xarope para comer com waffles! Hummm.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Tapete de folhas da Maple Tree, no Canadá. (Imagem: iStock_FamVeld)
to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Imagem: iStock_DebraLee Wiseberg
www.togotravel.com.br
www.togotravel.com.br

5) Carvalhos, em New Orleans
Não tem visão igual a esta aléia de carvalhos, em New Orleans. Pois a árvore é bem presente nesta cidade americana mais conhecida pela qualidade de seu jazz e pelas receitas cajun (apimentadíssimas).

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Cenário de E o Vento Levou, certo? Existe! (Imagem: iStock_zodebala)

6) Olmos, em Massachussets
No outono americano, especialmente em outubro, a luminosidade diminui e as folhas das árvores começam a mudar de cor gerando um dos mais belos espetáculos da natureza. Tem endereço certo: os estados do nordeste americano. Nessa época, também, as cidadezinhas aproveitam para fazer inúmeros festivais. Escolha o meio de transporte ideal para a sua família – bicicleta, trem, carro – e aproveite.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Árvores do mais belo outono do mundo em Massachussets. Imagem: iStock_DenisTangneyJr
to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Imagem: iStock_Tomas Hliva

7) Oliveiras, na Grécia
Pense em tudo que conhecemos da história do mundo… Pois essas árvores com idades de 3 a 4 mil anos, testemunharam tudo! As resistentes oliveiras não são muito altas, mas tem troncos que podem chegar a 10 metros. Há muitos exemplares na Itália, mas, principalmente, na Grécia.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Imagem: iStock_tanialerro

8) Castanheiras, na Itália
Embora as castanheiras sejam originárias da Ásia, tornaram-se muito comuns na Europa pela riqueza de nutrientes de seu fruto, as castanhas. Aliás, uma das coisas mais deliciosas dessa vida é comê-las na rua, servidas assadas, quentinhas, em fogareiros populares (ou se você preferir, transformadas em marrons glacés, nas docerias da França). É possível encontrar essa bela árvore principalmente na Itália, na França e na Espanha.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
As castanhas na Itália são servidas quentinhas, na rua. (Imagem: iStock_sandrixroma)

9) Cerejeiras, no Japão
As cerejeiras em flor… Entre março e maio, elas anunciam a chegada da primavera no Japão. O país fica repleto de copas de árvores que vão do branco ao rosa em um período tão lindo quanto breve. Una-se aos japoneses celebrar o hanami com um piquenique embaixo de suas copas. Um dos lugares próprios para isso é o Maruyama Park, em Quioto.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
As cerejeiras são o cartão-postal do Japão. Imagem: iStock_Torsakarin
to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Imagem: iStock_Sean Pavone

10)  Golden Wattle, Austrália
As acácias são símbolo da Austrália. Suas flores amarelas aparecem no brasão australiano, bem do ladinho do canguru. A floração acontece no começo de setembro, prenunciando a primavera. Há um dia especial para comemorar: o Wattle Day, em 1º de setembro.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Imagem: iStock_Kerrie Kerr

11)  Pinheiros, no Paraná
As araucárias são símbolo do Paraná, mas podem ser encontradas em toda a região sul do Brasil e até em alguns lugares de São Paulo (como Campos do Jordão, por exemplo). Sua copa é tão característica quanto interessante: lembra uma menorá, o candelabro judaico. Nos meses de maio e junho, seus frutos, a pinha, estouram com o calor do sol, espalhando suas sementes, os pinhões, pelos arredores.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Candelabros? Não, Pinheiros do Paraná. Imagem: iStock_PauloVilela
to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Imagem: iStock_PauloVilela

12) Ipês, na Serra da Cantareira
Ah, os ipês. Em setembro, com a proximidade da primavera, eles entram em flor e anunciam a chegada da primavera. Na serra e nas cidades. Há uma sequência de florações, como em uma orquestra de cores. Primeiro, os roxos e lilases. Depois, os amarelos. A sinfonia termina com os ipês cor-de-rosa. Um pedido: não varram as calçadas!

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
Rosa, branco… Os ipês anunciam a primavera colorida (Imagem: iStock_FLAVIOCONCEICAOFOTOS)

13) Cajueiro, do Rio Grande do Norte
Na cidadezinha de Piragi, a poucos quilômetros de Natal, fica uma das árvores mais curiosas do mundo. Trata-se de um cajueiro especial e único, o maior de sua espeecie. Seus galhos, retorcidos, formam uma das maiores copas de árvore existentes, descendo ao chão e subindo, com força renovada. Ocupa uma área equivalente a um campo de futebol e produz, sozinho, 70 mil cajus por ano!!! Da série acredite se quiser.

to-go-blogs-familia-em-ferias-arborismo
A estranha árvore do Rio Grande do Norte! (Imagem: iStock_gustavoferretti)

Para terminar esta reportagem, um delicado poema de Olavo Bilac para comemorar o Dia da Árvore:

Velhas Árvores

Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores moças, mais amigas,
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas…

O homem, a fera e o inseto, à sombra delas
Vivem, livres da fome e de fadigas:
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.

Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo. Envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem,

Na glória de alegria e da bondade,
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!

dica to go travel

Ao viajar com crianças e adolescentes é sempre interessante pesquisar previamente sobre a natureza e a cultura locais – e a relação entre os dois. Quando eles treinam o olhar para ver as diferenças, aproveitam muito mais as novidades.

Passagens aéreas para Los Angeles, Cidade do Cabo, Bariloche, Toronto, Atenas, Milão, Tóquio e Natal

Hotéis em Los Angeles, Cidade do Cabo, Bariloche, Toronto, Atenas, Milão, Tóquio e Natal

Bettina Monteiro
Bettina Monteiro

Jornalista, começou a carreira descobrindo o Brasil para os Guias Quatro Rodas e participou da criação das revistas Viagem e Turismo e Próxima Viagem, e do portal ViajeAqui, da Abril Mídia. Há 12 anos, desde que nasceu sua filha Lulu, não há cidade, resort, parque ou cruzeiro que escape à sua dedicação em encontrar experiências perfeitas para viagens em família.