Home > Família em férias > Praia do Forte: um destino perfeito para as crianças
2 de março de 2017

Praia do Forte: um destino perfeito para as crianças

Tartarugas do Tamar, baleias jubarte, mar mansinho e outros bons motivos para ir à Praia do Forte com toda a família

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Shutterstock/Gustavo Frazao

Que delícia um lugar em que as alamedas se chamam Felicidade, Sol, Lua, Estrelas… Nascida a partir dos anos 70 entre uma singela vila de pescadores e um resort cinco-estrelas, a Praia do Forte conseguiu manter até hoje o seu jeitinho hippie. Sim, as lojas são descoladas, os restaurantes são badaladinhos e as pousadas, charmosas. Mas o clima é de chinelo de dedo, cabelo ao vento e pouca roupa. Nas estreitas ruas da vila, passam poucos carros, alguns tuk tuks e muitas crianças correndo livres. Elas fazem zigue-zague entre os vendedores de artesanato para, depois, registrarem uma pose em frente à Capela de São Francisco de Assis. Ao fundo, o azul do mar da Bahia, pontilhado por singelos barcos de pesca.

O forte da Praia do Forte são as praias, claro. Nesse pedaço de litoral ao norte de Salvador, as praias são lindas, bem tratadas, têm mar calminho e são acompanhadas ora por coqueiros, ora por arrecifes… A Costa dos Coqueiros é lugar perfeito para as crianças (veja outras boas praias para crianças aqui).

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: arquivo pessoal.

Mas a principal estrela da Praia do Forte é mesmo o Projeto Tamar. Criado nos anos 80 para ajudar a preservar as tartarugas marinhas, o Tamar, que se esconde atrás da capela, no meio da Vila, é hoje um dos aquários mais interativos do Brasil. E é por isso que ele vem primeirão na lista do que fazer na Praia do Forte:

Aproveitar o Projeto Tamar
A cada ano que passa, o Tamar fica ainda mais interessante. O Projeto que ajuda a preservar as tartarugas marinhas – apenas duas em mil chegam à idade adulta! – tem inúmeros tanques de criação e recuperação desses répteis. Entre setembro e março, pode-se acompanhar a abertura dos ninhos – não deixe de se informar sobre os dias certos. Você acompanha desde o momento em que os ovos quebram até a corrida desesperada e certeira para o mar.

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: Projeto Tamar.

O Tamar também tem tanques com tartarugas adultas, arraias, tubarões e outros animais marinhos. Cada tanque é uma instalação diferente. Ainda há filmes, vídeos, exposições e espaço para as crianças fazerem atividades educativas. À saída, uma loja com belos produtos do Tamar, ajuda a financiar o projeto. Recomendo a Tartaruguinha-travesseiro, ótima para deixar no carro. 😛

O Tamar fica atrás da Capela. E abre das 8h às 18h30, no verão, e das 9h às 17h no inverno. Há um restaurante dentro e para frequentá-lo não é preciso pagar o ingresso.

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: arquivo pessoal.
to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: Projeto Tamar.

Aproveitar as praias
Oxente, você está na Bahia! Então não dá para desconsiderar os 14 quilômetros de lindas praias da Praia do Forte. Areias claras, mar calminho – às vezes com um pouco de sargaço, aviso – e a sombra de coqueiros. À esquerda da Vila, as praias mais tranquilas. Recifes formam piscinas naturais ótimas para mergulhar ou boiar. Dois desses pontos: a Praia do Papa Gente e a Praia do Lord. Quer animação, barracas de praia e acarajés? Seu lugar é a Praia do Porto – em frente à capelinha. E se quiser se estender no quesito praias dá para dar um pulinho na Praia do Imbassaí, em Massarandupió, em Arembepe e na Costa do Sauípe – todas lindas opções da Linha Verde, também conhecida por Costa dos Coqueiros.

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: arquivo pessoal.
to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Shutterstock/Vinicius Tupinamba

Ver as baleias Jubarte
Entre os meses de julho e outubro, inúmeras baleias jubarte deixam as águas geladas da Antártica para aproveitar as temperaturas amenas do litoral da Bahia. Um dos pontos escolhidos é o litoral da Praia do Forte! Para avistar esses mamíferos de 16 metros de comprimento e mais de 40 toneladas, é preciso ir para longe da costa. O Instituto Baleia Jubarte, criado no ano 2000, tem uma escuna que faz passeios regulares, saindo às 9 horas da manhã. É possível acompanhar a equipe de biólogos e ver as acrobacias e ouvir o canto das baleias. Antes do embarque, há uma palestra para saber os hábitos do mamífero marinho. Mas atenção: é preciso reservar.

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Shutterstock/Tomas Kotouc

Conhecer um castelo brasileiro
Lá nos idos 1549, um certo Garcia d’Ávila chegou ao Brasil na mesma nau do governador geral Tomé de Souza. Responsável por uma sesmaria, ele construiu sua residência – a Casa da Torre – para morar e administrar as terras em nome do rei de Portugal. O agora chamado castelo Garcia d’Ávila é considerado a primeira grande construção portuguesa no país. Além das ruínas do Castelo, há um centro de visitantes, um mirante e a capela de São Pedro dos Rates, hoje chamada de Capela de Todos os Santos. Se quiser saber um pouco mais da história do Brasil, contrate um guia.

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Shutterstock/R.M. Nunes

Descobrir a Reserva da Sapiranga
A Reserva Ecológica da Sapiranga é perfeita para quem viaja com crianças maiorzinhas ou adolescentes. Ali, em meio a seiscentos hectares de Mata Atlântica, é possível fazer diversas atividades como: caminhada, cavalgada, passeio de de bicicleta, caiaque ou de canoa canadense. As trilhas são bem sinalizadas e o caminho bem arborizado, fresquinho… Dá até para observar pássaros como papagaio do mangue, martim-pescador, bem-te-vi, coruja, jaçanã, beija-flor… Na reserva, às margens do Rio Pojuca, tem também duas tirolesas a 20 metros de altura (uma de 240 metros a outra de 180 metros)…

Andar de quadriciclo
Quem tem crianças com mais de 10 anos pode aproveitar esse passeio divertido. Há pelo menos dois roteiros – um vai até o Castelo Garcia D´Ávila e outro segue para a Reserva de Sapiranga, indo até a Lagoa Aruá. É possível levar os menores na garupa.

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: Portomar Passeios Turísticos.


Ficar na piscina do resort
Qual o melhor hotel da Praia do Forte? Pois três resorts competem pela melhor infraestrutura da Praia do Forte e o serviço mais arretado de bom. E os três chegam juntinho. Primeiro, o Tivoli, nome novo do mais tradicional resort da Linha Verde – lembra do resort Praia do Forte? Pois é ele, renovado e ampliado. Mas há ainda o Iberostar Bahia e o Iberostar Praia do Forte, dois meeega-hotéis com piscinas, piscinas de silêncio, teatro, golfe, clube infantil e um monte de restaurantes bons. Se você escolher qualquer um dos três terá enormes piscinas à beira-mar para se refestelar… Mas a Praia do Forte também é conhecida pela graciosidade de suas pousadinhas ali no centro. Se estiver viajando com adolescentes pode ser uma boa alternativa!

to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: arquivo pessoal.
to-go-blogs-familia-em-ferias-praia-do-forte
Imagem: Iberostar Praia do Forte.

Confira mais dicas sobre a Bahia em nossos Guias de Viagem.

dica to go travel

Considere alugar um carro apenas se quiser conhecer outras praias. Se for ficar imerso na Praia do Forte, prefira contratar um serviço de transfer. Fiz com a Grou Turismo (71/ 3503-0707) e recomendo. Inclusive se você for passar um dia em Salvador (embora a capital da Bahia mereça logo uns três).

Passagens aéreas para Salvador

Hotéis na Praia do Forte

Bettina Monteiro
Bettina Monteiro

Jornalista, começou a carreira descobrindo o Brasil para os Guias Quatro Rodas e participou da criação das revistas Viagem e Turismo e Próxima Viagem, e do portal ViajeAqui, da Abril Mídia. Há 12 anos, desde que nasceu sua filha Lulu, não há cidade, resort, parque ou cruzeiro que escape à sua dedicação em encontrar experiências perfeitas para viagens em família.