Home > Família em férias > Vale a pena faltar da escola para viajar na baixa temporada?
31 de agosto de 2017

Vale a pena faltar da escola para viajar na baixa temporada?

Muitas famílias optam por fazer as viagens internacionais na baixa temporada, emendando feriados, veja os prós e os contras

baixa-temporada-to-go-blogs-familia-em-ferias
Que tal aproveitar a baixa temporada e curtir Nova York com os pequenos?
Imagem: iStock_JayLazarin

Em algum ponto da vida escolar das crianças esta questão surge: vale a pena faltar da escola para viajar na baixa temporada? As tarifas de meados de setembro a começo de dezembro e de meados de março a meados de junho, como é sabido, são bem menores. Não é à toa que recebem o nome de Baixa Temporada. As vantagens de sair de férias nesta época são ainda maiores: os melhores quartos estão disponíveis, há menos gente nos aviões, há menos fila de espera nos restaurantes paparicados… E se você for aos parques de Orlando, Califórnia ou até Paris, as filas das atrações ficam beeem menores.

E a escola nessa história? Todo começo de ano vem aquela circular pedindo aos pais que se comprometam com o projeto pedagógico e com o andamento dos trabalhos do grupo e não, de jeito nenhum, façam viagens no período das aulas. Nem emendem feriados de uma semana, nem – pior ainda – marquem uma viagem em família quando nem feriado tem. Cada família terá de avaliar, individualmente, os benefícios e os malefícios de uma viagem na baixa temporada. Que ficam piores quanto maior a criança fica. E, principalmente, entrar em um acordo com a escola, atendendo ao limite de faltas. Por que a obrigação dos pais é garantir que as crianças frequentem as aulas, certo?

Viagens na baixa temporada na primeira infância
Neste período, a família precisa avaliar com a escola se a criança perderá o convívio com o grupo. Entre 2 e 5 anos, na Educação Infantil, o brincar e o interagir são muito importantes e a formação do grupo bem como a integração das crianças na sala de aula são fundamentais. A quebra causada por uma viagem será positiva para a criança?

baixa-temporada-to-go-blogs-familia-em-ferias
Imagem: pexels_Amanda Reed

Viagens na baixa temporada no período de alfabetização
Entre 6 e 8 anos, é a fase da alfabetização e as crianças são inseridas em um processo amplo de construção. Dá para quebrar esse processo ao meio? Essa avaliação deve ser feita com a coordenadora, afinal, cada criança é uma criança. Mas atividades como diário de viagem – e não importa se for um diário com letras pré-alfabéticas, com palavras ou com pequenas frases – podem ajudar a criança a não perder o fio da meada e o interesse pela escrita. Converse com a coordenadora para ver como a sua viagem poderá ajudar no processo de letramento.

Viagens na baixa temporada no Ensino Fundamental 1
Entre 7 e 10 anos, as crianças têm uma professora de classe o que, de certa foram, pode ajudar a criança a retomar o fio da meada. Uma conversa anterior pode ajudar a pegar todas as tarefas possíveis para antes da viagem e as que deverão ser feitas na volta. Tenha em mente se a contratação de um apoio valerá a pena o desconto do período. Além disso, veja se uma viagem muito longa não atrapalhará demais o seu filho. Além do conteúdo que ele vai perder, há os vínculos.

baixa-temporada-to-go-blogs-familia-em-ferias
Em Fortaleza é verão o ano todo! Bora pro Beach Park?
Imagem: Wikimedia_Creative Commons

Viagens na baixa temporada no Ensino Fundamental 2
No sexto ano, quando os adolescentes estão se adaptando aos professores múltiplos e às diferentes disciplinas, será um problema não apenas de conteúdo, mas também de adaptação e organização. Além disso, conceitos importantes são colocados em uma única aula – seja ela de Ciências, seja ela de Matemática, seja ela de História e Geografia. Como o aluno vai aprender aquele conteúdo depois? A adaptação na volta não existirá sem custo, mesmo para os alunos mais inteligentes. A conversa com a coordenação é primordial. E o recado com certeza será para seu filho não faltar. Na maioria das escolas, o aluno tem de acompanhar o grupo – não há um andamento individual. Se o motivo para a viagem for financeiro, vale colocar na ponta do lápis pois um apoio escolar será necessário, dependendo da duração da viagem.

Viagens na baixa temporada no Ensino Médio
Com uma grade de aulas apertada e com múltiplos professores, as escapadas durante o período letivo no Ensino Médio não acontecerão sem dor. Claro que, neste caso, como o jovem já é bem responsável por sua própria aprendizagem, encontrará meios de aprender o que perdeu. A relação de confiança de pais e filhos será maior. Mas não escape da bronca da coordenação da escola. As faltas prejudicam o processo de aprendizagem e a escola não tem obrigação de repor individualmente o conteúdo… Mas se esta é a única maneira de sua família conhecer a Grécia – e ver de perto os rastos de uma civilização -, vale colocar no papel os prós e os contras…

baixa-temporada-to-go-blogs-familia-em-ferias
Assim que surgir uma folguinha, você pode fazer uma viagem incrível a Paris. iStock_Delpixart

dica to go travel

A primeira semana de dezembro é um período ainda de baixa temporada. E… tcharamm… em muitas escolas, as aulas dos alunos que passaram direto já terminaram! Essa é uma boa semana para quem quer pagar pouco e não quer perder aulas de jeito nenhum. E ainda tem um incentivo a mais: seu filho terá de estudar o ano todo para passar direto e não perder os exames finais. Outra semana bem propícia é a semana do Dia dos Professores – que envolve o feriado de 12 de outubro e o Dia dos Professores. Muitas escolas emendam e esses dias não são contados nos 200 dias letivos obrigatórios por lei. Programe-se desde já e faça bom proveito. De uma sexta ao outro domingo são afinal 9 dias. Dá até para ir para outro continente!

Bettina Monteiro
Bettina Monteiro

Jornalista, começou a carreira descobrindo o Brasil para os Guias Quatro Rodas e participou da criação das revistas Viagem e Turismo e Próxima Viagem, e do portal ViajeAqui, da Abril Mídia. Há 12 anos, desde que nasceu sua filha Lulu, não há cidade, resort, parque ou cruzeiro que escape à sua dedicação em encontrar experiências perfeitas para viagens em família.