Home > Turista Curioso > Atrações fora do comum em Madri
5 de setembro de 2017

Atrações fora do comum em Madri

Madri é uma das capitais mais legais da Europa. E mesmo que não receba tantos turistas quanto a também espanhola Barcelona, ela ainda é visitada por uma multidão respeitável que a coloca como a 15ª cidade mais turística do mundo, segundo levantamento de uma empresa de cartões de crédito.

to-go-familia-em-ferias-valencia-espanha
Madri vista um pouco de cima (foto: iStock/Marcus Lindstrom)

Todo esse povo é atraído pelas maravilhas madrileñas: o Museu do Prado, o Museu Reina Sofía (com sua imbatível Guernica, de Picasso), o incrível Templo de Debod, o Palácio Real e mais um mundo de lugares que todos deveriam poder conhecer um dia.

Mas ao lado dessas atrações famosíssimas estão outras totalmente desconhecidas ou que não estão nas páginas dos guias de viagens mais famosos. Seguindo minha série de posts sobre atrações fora do comum em cidades muito turísticas (que já passou por Londres, Paris, São Paulo, Nova York e Los Angeles) listei algumas delas na capital da Espanha.

Na próxima promoção de voos com escala em Madri, duvido que você não vá querer sair do aeroporto para passar algumas noites na cidade.

Parque de El Capricho

Madri tem muitos parques famosos que merecem ser (e são) visitados pelos turistas. Mas se você quiser algo menos procurado, afastado do centro e ainda assim lindo e histórico, vá para o El Capricho, que fica em direção ao aeroporto Barajas.

Madri
Um dos jardins do parque (foto: M.Peinado – CC BY 2.0)
Madri
Relax no El Capricho (foto: M.Peinado – CC BY 2.0)

Ele foi construído no final do século 18, a mando de uma duquesa, quando a região ainda ficava fora da cidade. Entre seus jardins, estão várias construções, um palácio e até uma ponte de ferro, considerada a primeira do gênero na Espanha.

Restaurante Sobrino de Botín

Eu realmente não entendo como o guia mais famoso do planeta não colocou o Sobrino de Botín no seu site.

Mesmo que a comida servida nele não seja boa (e eu não sei se é, não experimentei, talvez seja até deliciosa), ele deveria estar listado por um motivo bem importante: é o restaurante mais antigo do mundo em funcionamento, com direito a certificação do Guinness.

Madri
A fachada do Botín (foto: Esetena – domínio público)

O Sobrino de Botín abriu suas portas em 1725. Seus donos, Jean Botín e sua esposa (não encontrei o nome dela), batizaram o lugar como Casa Botín, mas ele mudou para o nome atual quando ambos morreram e seu sobrinho herdou o  estabelecimento.

Dizem que o Sobrino de Botín já empregou Goya e apareceu em uma obra de Hemingway.

La Tabacalera

Galerias de arte alternativas, daquelas criadas por comunidades de artistas, costumam fazer sucesso pelo mundo. Madri também tem uma bastante famosa, que é parcialmente administrada pelo governo, mas aberta a todos: a Tabacalera.

Tabacalera Madri
Paredes externas da Tabacalera (foto: Marta Nimeva Nimeviene – CC BY 2.0)
Tabacalera Madri
Foto: r2hox – CC BY-SA 2.0

Ela funciona no prédio de uma antiga fábrica de cigarros no bairro de Lavapiés, construído no fim do século 18 para ser uma fábrica de aguardente. O edifício acabou abandonado por muito tempo, logo depois da privatização da empresa, mas em 2009 o governo transformou tudo em um centro cultural.

É um lugar excelente para ver o que há de novo no cenário cultural madrilenho.

Mercado de la Cebada

Se você é daqueles viajantes que não perdem uma visita a um mercado local, uma ótima pedida é o Mercado de la Cebada, no bairro La Latina.

Madri
A fachada do La Cebada (foto: rene boulay – CC BY-SA 3.0)
Madri
Bancas coloridas, sempre (foto: Tiia Monto – CC BY-SA 3.0)

Ele foi inaugurado em 1875 e sofreu transformações estruturais no fim dos anos 1950. Hoje é considerado um dos mais importantes da cidade e descrito como um lugar imperdível (principalmente aos sábados, antes das 14h30).

Ah, ele tem uma área externa onde também acontecem shows espontâneos de artistas locais, para quem curte beliscar algo enquanto escuta uma musiquinha.

Museo Geominero

Como você deve ter percebido lá no início do post, museus estão entre as principais atrações de Madri. Mas o Museo Geominero, especializado em geologia, não aparece nos principais guias, infelizmente.

É claro que pessoas que não se interessam em ver pedras podem passar reto por ele, mas não deveriam. Além de ser muito legal (a coleção apresentada nele começou em 1849 e tem exemplares de vários lugares do mundo, principalmente de terras espanholas) o Museo Geominero fica em um prédio maravilhoso, construído nos anos 1920, com um teto de vidro absurdamente incrível.

Madri
A sala principal do prédio (fotos: Luis Fernández García – CC BY-SA 4.0 / PePeEfe – CC BY-SA 3.0)
Madri
O teto central (foto: Luis Fernández García – CC BY-SA 4.0)

É claro que o melhor mesmo é ver os materiais apresentados. Mas quantas vezes na vida você já foi em museus só para ver o prédio? Eu aposto que muitas.

Agora é só marcar a passagem para Madri.

Confira mais dicas sobre Madri em nossos Guias de Viagem.

dica to go travel

Muitos lugares de Madri que não estão nos guias mais famosos aparecem no site oficial de turismo da cidade, o esmadrid.com. Faça uma busca nele também. Você pode encontrar outras atrações incríveis e fora dos roteiros comuns.

Passagens aéreas para Madri

Hotéis em Madri

Gabe Britto
Gabe Britto

Gabriel não se intimida com distâncias enormes, nomes de lugares que ninguém nunca ouviu falar, cardápios incompreensíveis. Mais do que viajar, ele adora pesquisar curiosidades exóticas e extraordinárias ao redor do mundo – e, claro, conferir de perto (e sem pressa) suas descobertas.