Home > Viajante Hiperconectad@ > 7 passeios musicais no Rio
12 de agosto de 2016

7 passeios musicais no Rio

togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: iStock_PeopleImages

Música está na alma carioca e, em tempos de Olímpiadas, dá para sacar que samba, chorinho, jazz ou bossa nova são realmente estilos que o Rio de Janeiro cultiva por esporte. A seguir, 7 dos melhores programas musicais da cidade.

Praça São Salvador
É nesta simpática praça de Laranjeiras o ponto de encontro das rodas de choro mais animadas da cidade. Sempre aos domingo, das 11hs às 14hs, dia em que acontece lá também uma feira de artesanato. Ou seja: programa completo, com música de primeira.

togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: instagram_@marcelocypriano
togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: instagram_@cariocaavera

Rio Scenarium
A Rua do Lavradio, próxima aos Arcos da Lapa, é a rua dos antiquários no Rio. Faz sentido que este imenso casarão reformado seja repleto de antiguidades. No palco, shows de samba, choro e gafieira. No primeiro sábado de cada mês, acontece na rua a feira de antiguidades Rio Antigo e então há músicos tocando por todo lado.

Foto: CC:Alex Carvalho
Foto: CC_Alex Carvalho

Bar Semente
Um clássico que mudou de endereço (funcionava no casarão ao lado) mas não de missão: trazer músicos de qualidade e eventuais canjas surpresa de Chico Buarque, por exemplo. Virou até alcunha. “Geração semente” é como são conhecidos músicos que estrearam ali, juntamente com o renascimento da Lapa (por causa do Semente, aliás). Yamandú Costa é um deles.
Rua Evaristo Viera, 149

togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: instagram_@alessandrocostanunes

Pedra do Sal
A escadaria entre a Saúde e a Gamboa, na Zona Portuária, é pura tradição. Centro da zona conhecida como “Pequena África” pela concentração de escravos no século 19, tem rodas de samba todas as segundas e sextas ao cair da tarde. Para comer e beber, o Angu do Gomes é o clássico.

togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: iStock_dabldy
togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: instagram_@drikabourquim
togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: instagram_@melogabriel89

The Maze
No alto da comunidade de Tavares Bastos, está o hostel que tem uma noite incrível de jazz e bossa nova todas as primeiras sextas-feiras do mês. Chegar lá é seguro: pegue a van na esquina da rua Bento Lisboa com a Ladeira Tavares Bastos.
Rua Tavares Bastos 414

togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: instagram_@joelferreirasax

Bip Bip
Em Copacabana, o minúsculo bar tem música todas as noites, menos sábado. É tão pequeno que todo mundo fica na rua mesmo, até por que a única mesa de dentro é a dos músicos. Começou com a roda de samba do domingo que virou de sexta também. Segundas e terças tem choro e quarta, bossa nova.
Rua Almirante Gonçalves, 50

togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: instagram_@federicoaiub

Circo Voador
É muito mais do que uma simples casa de shows, mas um movimento musical e artístico que invadiu o Arpoador no verão de 1982. Hoje é, sim, uma casa de shows na Lapa, mas das boas. Grandona, são 2 mil pessoas e a programação musical é bem diversa.
Rua dos Arcos, s/n

togo_blogs_viajante_hiper_musica_rio
Foto: riobookguide.com.br

dica to go travel

Pastel não é o tipo de petisco típico carioca, mas no Rio há até samba com pastel. Ficou com vontade? Então passe na feira da General Glicério, em Laranjeiras, que acontece aos sábados de manhã.

Passagens aéreas para o Rio de Janeiro

Hotéis no Rio de Janeiro

Cindy Wilk
Cindy Wilk

Cindy rodou mais de 40 países, ama praias e desertos, acha a Ásia o continente mais aconchegante do mundo e não pretende parar nunca de viajar para escrever e escrever para viajar. Autora de Endereços Curiosos de Londres (Panda Books) e Volta ao Mundo em 101 Dicas (Ediouro), colaborou para várias publicações de viagem e foi diretora de redação da revista TAM nas Nuvens.