Home > Viajante Hiperconectad@ > As praias quase secretas de Berlim
18 de julho de 2016

As praias quase secretas de Berlim

Foto: iStock_kamisoka
Foto: iStock_kamisoka

Berlim pode não ter exatamente praia, já que nem na costa fica. Mas vida de praia é o que não falta no verão da cidade. Afinal, sempre há o rio Spree e todos os canais menores, além dos lagos mais distantes do centro. Algumas destas praias, como a Charlie’s Beach, perto do Check Point Charlie, e a Captain’s Beach, ao lado da East Side Gallery, são lotadas de turistas. A seguir alguma das areias (no sentido real ou figurado) mais secretas do verão:

Monbijoupark, Strandbar Mitte
Não é exatamente um segredo, mas é programa de berlinense e ideal para quem não tem muito tempo na cidade, já que são bem acessíveis. Ficam no Mitte, à beira do Spree e com vista para a ilha do museus.

Descendo na estação Hackescher Markt do metrô e andando na direção do Spree, primeiro você vai passar pelo James-Simon-Park com bares onde se senta em cadeiras de praia, mas a maioria das pessoas prefere se espalhar no chão e compra cerveja em mercados.

Mais à frente está o Monbijoupark e sua praia, Strandbar Mitte, que vira baile a céu aberto. Casais dançam de valsa, tango e, algum ponto, a coisa chega perto de uma gafieira. Um lugar para sentir que existe muito amor em Berlim.

Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk

Landwehrkanal, Kreuzberg
Toda a extensão do canal que corta o bairro de Kreuzberg vira “litoral” quando o sol dá as caras. Maybachufer numa das margens, Paul-Linken-Ufer na outra. Onde tiver alguma boa grama com vista para o canal há alguém aproveitando.

Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk

No entanto, a Ipanema deles aparece mesmo no ponto em que o canal se alarga, já perto da estação de metrô de Prinzenstrasse. Ali, no Böcklerpark, tem grama – e água – para todos. Inclusive para quem quer andar de caiaque.

Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk

Outro ponto alto por ali é o restaurante Van Loon, que funciona dentro de uma antiga escuna estacionada no canal. Comida boa, visual incrível. Quem só quiser beliscar algo, há um bar ao lado com drinques e menu reduzido.

Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk

Friedrichshain
As areias do bairro de Friedrichshain são um dos segredos mais bem guardados da cidade. Comece pela estação de metrô de Ostbahnhof e siga em direção ao Spree. Primeiro, chega-se na Jamaica, ou melhor, no Yaam (Stralauer Platz 35), uma prainha que poderia estar no Caribe. Tem areia, reggae, cadeiras de praia, muros grafitados, uma viagem.

Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk

Para quem quer algo um pouco mais arrumadinho, mas ainda assim bem ao estilo Berlim, basta continuar andando uns cinco minutos até o Holzmarkt Pampa (Holzmarktstrasse 25), bar de praia todo construído com sobras de alguma coisa e que faz parte de um interessante projeto de fazenda urbana chamado Mörchenpark.

Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk

Para esticar a balada, no mesmo lugar fica o Kater Blau, clube com música eletrônica que só começa de noitão. Mas entre um e outro, o programa de começo de noite (em geral às 9) é assistir, ou melhor, participar de uma gravação ao vivo de álbuns de bandas de jazz e blues no Culture Conteiner, também no mesmo complexo. Literalmente dentro de um contêiner.

Foto: Cindy Wilk
Foto: Cindy Wilk

dica to go travel

O clima em Berlim no verão muda muito ao longo do dia. Você pode acordar no inverno, pegar chuva e viver um verão às 5 da tarde. Pense nisso ao fazer as malas.

Passagens aéreas para Berlim

Hotéis em Berlim

Cindy Wilk
Cindy Wilk

Cindy rodou mais de 40 países, ama praias e desertos, acha a Ásia o continente mais aconchegante do mundo e não pretende parar nunca de viajar para escrever e escrever para viajar. Autora de Endereços Curiosos de Londres (Panda Books) e Volta ao Mundo em 101 Dicas (Ediouro), colaborou para várias publicações de viagem e foi diretora de redação da revista TAM nas Nuvens.