Home > Viajante Hiperconectad@ > Japão: onde e quando ver cerejeiras em flor
31 de março de 2017

Japão: onde e quando ver cerejeiras em flor

As cerejeiras em flor aparecem agora na primavera, melhor época para visitar o Japão. De Tóquio e Kioto até Sapporo, saiba onde ver a florada das sakura

Cerejeiras em flor no Japão
Florada das cerejeiras no Japão. Shutterstock/Johnson76

No Japão o povo é louco por flores, então natural que a florada das cerejeiras – sakura, em japonês – seja um verdadeiro evento nacional, que envolve tradições seculares como a do hanami, que nada mais é do que fazer um piquenique embaixo de uma cerejeira em flor. De Tóquio e Kioto até Sapporo, no norte do país, ir para um parque observar as sakura é algo cheio de significados, afinal, de tão simbólicas estas flores são motivo recorrente até nas tradicionais tatoos. Quer coisa mais japonesa que isso?

Mas obviamente que a festa não é só para os japoneses. Turistas do mundo inteiro aproveitam este período para conhecer o Japão. Afinal, o clima na primavera já está bem mais ameno e, claro, as flores de hanami fazem dela a melhor época do ano para se visitar o Japão.

Japão: Florada em Fujiyoshida com vista para o Monte Fuji
Florada em Fujiyoshida com vista para o Monte Fuji. Shutterstock/NapPhubet

A primeira coisa a saber: as flores de cerejeira não nascem todas ao mesmo tempo no país inteiro. As primeiras floradas acontecem no sul e sobem para o norte, movimento acompanhado diariamente pela população nos blocos de meteorologia do noticiário. Tipo: “Maju, quando mesmo as cerejeiras florescem em Kioto?”. Há, inclusive, páginas da web dedicadas especialmente a isso: fornecer informação atualizada sobre a data exata da primeira florada em cada uma das cidades. Veja o mapa aqui.

Kioto: reunião para celebrar a Sakura no Japão
Reuniãopara celebrar a Sakura em Kioto. Shutterstock/Sean Pavone

Um dos momentos mais esperados do ano é quando as primeiras flores de cerejeira se abrem em Kioto, uma das cidades mais lindas do país. Cada ano a data muda – alguns dias para frente ou para trás. Neste, o dia já foi cravado: sábado, 1o de abril, dois dias depois de Osaka. Em Tóquio, as primeiras cerejeiras floresceram há uma semana e as últimas do país vão abrir em Sapporo no dia 1o de maio.

Osaka: Temporada de cerejeiras em flor no Japão
Temporada de flores em Osaka, no Japão. Shutterstock/Shuttertong
Sapporo: Temporada de cerejeiras em flor no Japão
Japão: Cerejeiras florescem em Sapporo. Shutterstock/jajaladdawan

O auge da florada, quando o espetáculo fica ainda mais bonito, acontece cerca de uma semana depois das primeiras flores aparecerem. Isso quer dizer que quem está em Tóquio agora ainda consegue ver.

Tóquio: bom lugar para ver as cerejeiras em flor no Japão
Japão: Multidão em Tóquio para ver a florada das cerejeiras. Shutterstock/Navapon Plodprong

Ao longo desta semana, o costume é fazer piqueniques embaixo das árvores para admirar a paisagem e bebericar doses de saquê. É o tal do hanami, tradição que começou na Corte Imperial do Japão no século 8, mas que logo se estendeu para a sociedade em geral.

As árvores ficam espalhadas por todas as cidades japonesas, mas obviamente há lugares mais impressionantes que outros para vê-las. Em Tóquio, o imenso Ueno Park é o lugar perfeito para o hanami. Mesmo com 800 cerejeiras alinhadas na avenida central, é preciso madrugar para garantir seu lugar embaixo de uma delas.

Ueno Park, Tóquio: um dos melhores lugares do Japão para ver a florada
Japão: Moradores e turistas reunidos no Ueno Park. Shutterstock/Navapon Plodprong

Já em Kioto, um lugar lindo para ver o espetáculo das flores é o templo Daigo-ji. Tradição para o hanami ali não falta: começou com 700 árvores plantadas em 1598 por Toyotomi Hideyoshi, proeminente daimyo, senhor feudal do Japão imperial, para uma festa de celebração da florada.

Kioto, Japão, em época de florada das cerejeiras
Japão: Passeio de barco em Kioto em época de florada. Shutterstock/KY CHO

No Japão, as cerejeiras em flor não são apenas apreciadas pela beleza, mas têm um significado fortíssimo – sua transitoriedade simboliza a natureza efêmera da vida e remete a conceitos budistas de karma. Justamente por isso aparecem tanto na arte japonesa – dos mangás às tatoos, passando pelas estampas de quimonos ou xícaras de chá.

Tradicional arte japonesa
Tradicional arte japonesa. Shutterstock/artiin

Por todos estes motivos, sim, esta é a melhor época do ano para visitar o Japão. Perdeu? É só se programar para ir no ano que vem.

dica to go travel

A comunicação no Japão não é fácil e a língua acaba sendo uma barreira enfrentada por muitos viajantes. Uma boa ideia é baixar o seu smartphone um app de tradução.

Passagens aéreas para Tóquio, Kioto e Osaka

Hotéis em Tóquio, Kioto e Osaka

Cindy Wilk
Cindy Wilk

Cindy rodou mais de 40 países, ama praias e desertos, acha a Ásia o continente mais aconchegante do mundo e não pretende parar nunca de viajar para escrever e escrever para viajar. Autora de Endereços Curiosos de Londres (Panda Books) e Volta ao Mundo em 101 Dicas (Ediouro), colaborou para várias publicações de viagem e foi diretora de redação da revista TAM nas Nuvens.