Home > Viajante Hiperconectad@ > Os 10 melhores Mercados Municipais do Brasil
5 de maio de 2017

Os 10 melhores Mercados Municipais do Brasil

Um Mercado Municipal diz muito sobre a sua cidade além de ser um super passeio legal. Conheça 10 mercados brasileiros que valem a viagem

1. Ver-o-Peso, em Belém
Égua!, já diria o núcleo paraense da novela Força do Querer. Pois o Ver-o-Peso é daqueles lugares do mundo que só pode ser explicado por interjeições. Atração turística de Belém, tem 390 anos de história e é o maior mercado a céu aberto da América Latina, com 35 mil metros quadrados e várias construções – a estrutura do Mercado de carnes foi trazida da Inglaterra em 1901, por exemplo.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Pedarilhos

Tem “de um tudo”, com destaque para o açaí (salgado e para acompanhar peixe), frutas exóticas para qualquer brasileiro que não seja da região norte, farinhas, pimentas, garrafas de tucupi, maniva crua, jambu fresco, polpas de tudo que é coisa e, claro, as famosas “erveiras” e seus preparados em garrafinhas. Se funcionam mesmo vai da crença do freguês, mas os nomes das poções são geniais: amansa corno, chora nos meus pés, queira ou não queira tem que me querer…

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Filipe Frazao

2. Mercado Municipal de São Paulo
Sabe qual o lugar do mundo onde mais se negocia bacalhau por metro quadrado? Se respondeu Portugal, está longe. Pois a façanha é do Mercadão de São Paulo, lindo prédio projetado pelo escritório de Ramos de Azevedo, incrementado com vitrais do russo Conrado Sorgenicht Filho e inaugurado em 1933 no Centrão da cidade.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Filipe Frazao

É basicamente um mercado de quitutes gourmet, com 290 boxes, bares e restaurantes. Do mezanino, a vista para o corre-corre do mercado é bem legal. O famoso pastel de bacalhau do Hocca Bar ou o infamemente gigantesco sanduíche de mortadela do Bar do Mané viraram atrações turísticas.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Tupungato

3. Mercado Modelo de Salvador
Location, location, location. O Mercado Modelo, de 1912, está ao lado do Elevador Lacerda e debruçado sobre a Baía de Todos os Santos. O prédio de arquitetura neoclássica era a Casa da Alfândega, mas o Mercado se mudou para lá em 1971 após o enésimo incêndio e passou a vender apenas artesanato. Há também restaurantes tradicionais de comida baiana como o Camafeu de Oxóssi e Maria de São Pedro, no segundo andar, e com belas vistas para a Baía.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Filipe Frazao

4. Mercado Público de Florianópolis
Outro que escapou de muitos incêndios e é hoje um dos programas legais para os turistas que resolvem explorar o centro de Floripa, ou seja, a parte continental, para cá da Ponte Hercílio Luz. Além de restaurantes bacanas, como o Box 32 e seus famosos pastéis de camarão, o vão central recebe shows de música todos os dias, às 18hs e durante os almoços de sábado.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Creative Commons/Wikimedia

5. Mercado Municipal de Curitiba
Não dá para dizer que conhece Curitiba sem uma passadinha por seu Mercado Municipal, recentemente reformado para ter uma ala exclusiva de produtos orgânicos. Além de ser um dos mais variados mercados do Brasil – tem de peixaria a petshop, passando por barbearia – é também um dos que mais promove eventos. Para o Dia das Mães, por exemplo, há uma programação especial.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Det-anan
mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Paulo Nabas

6. Mercado Público de Porto Alegre
Primeira construção de alvenaria a ocupar um quarteirão inteiro em Porto Alegre, o prédio de 1869 sobreviveu a enchentes, incêndios e continua firme e forte com suas 110 lojas de tudo que se pode imaginar. De produtos regionais como erva-mate e buchas vegetais a loja de peixes ornamentais, se encontra de tudo por ali.

A parte gastronômica é também muito eclética, indo de cozinha macrobiótica a portuguesa. E com alguns clássicos imperdíveis: o sorvete Bomba Royal da Banca 40, o expresso do Café do Mercado, o bolinho de bacalhau do Gambrinus e, na Choperia Essencial, o chope e cervejas artesanais gaúchas.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Creative Commons/Wikimedia

7. Mercado Central de Belo Horizonte
Enorme, tem 400 lojas e ocupa quase um quarteirão inteiro do centro de BH. Recheado de referências culturais, queijos incríveis e cachaças das boas. Para conhecer tudo, pode-se simplesmente zanzar ou fazer uma visita guiada gratuita (e bilíngue). E obviamente comida mineira de qualidade não falta por aqui, com destaque para o Casa Cheia que, sim, vive lotado.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_T photography

8. Mercado de São José, em Recife
Recife tem nada menos que 24 mercados públicos, sendo que o São José é o mais popular. Curiosamente, é o primeiro edifício de ferro pré-fabricado do Brasil, com estrutura inspirada no mercado público de Grenelle, em Paris. O interior, contudo, não podia ser mais regional: há literatura de cordel, redes, produtos religiosos e, claro, peixes e crustáceos. A cada semana, 1,3 toneladas de peixes são comercializados ali.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Creative Commons/Wikimedia
mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Creative Commons/Wikimedia

9. Mercado Municipal Adolpho Lisboa, em Manaus
Outro que foi inspirado nos mercados parisienses, mas desta vez o prédio segue a arquitetura art noveau de Les Halles. Lindíssimo, por sinal, especialmente depois de um grande trabalho de restauração que levou 7 anos e terminou em 2013. Às margens do Rio Negro, nem precisava ser recheado de delicias e curiosidades amazônicas para valer a viagem. E, anote: toda última sexta feira do mês há apresentações musicais gratuitas, das 18hs às 22hs, como parte do projeto Mercado Cultural.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Filipe Frazao

10. Mercado Central de Fortaleza
São 5 pisos e mais de 500 boxes neste que é um dos maiores mercados do nordeste. Para se perder entre rendas e bordados, artigos em couro, suvenires, cachaças, castanhas de caju e bastante quinquilharia. Para se livrar de todos os presentinhos obrigatórios de viagem antes de andar para o Centro Cultural Dragão do Mar e relaxar tomando uma cervejinha.

mercados-brasil-to-go-blogs-viajante-hiper
Creative Commons/Wikimedia

Confira mais dicas sobre São Paulo, Salvador, Recife, Fortaleza e Florianópolis em nossos Guias de Viagem.

dica to go travel

Mercados centrais são experiências deliciosas, mas convém tomar um certo cuidado com furtos e roubos. Especialmente no Ver-o-Peso, no Mercado Modelo de Salvador e no Mercado Municipal de Fortaleza é bom ficar esperto.

Passagens aéreas para São Paulo, Belém, Manaus, Fortaleza, Salvador, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Belo Horizonte e Recife

Hotéis em São Paulo, Belém, Manaus, Fortaleza, Salvador, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Belo Horizonte e Recife

Cindy Wilk
Cindy Wilk

Cindy rodou mais de 40 países, ama praias e desertos, acha a Ásia o continente mais aconchegante do mundo e não pretende parar nunca de viajar para escrever e escrever para viajar. Autora de Endereços Curiosos de Londres (Panda Books) e Volta ao Mundo em 101 Dicas (Ediouro), colaborou para várias publicações de viagem e foi diretora de redação da revista TAM nas Nuvens.