Home > Viajante Hiperconectad@ > Museu até para quem nem gosta de museu
21 de outubro de 2016

Museu até para quem nem gosta de museu

Festas, concertos ou até camping: as atividades que museus mundo afora reservam apenas para insiders depois do expediente

Dormir com dinossauros em Nova York

Passar a noite entre os dinossauros do American Museum of Natural History tem mais glamour do que se pode pensar. O museu que já faz este tipo de programa para famílias com crianças desde 2006 começou há 2 anos oferecer o sleepover apenas para adultos (acima de 21 anos) – e com mais mimos.

Começa com champanhe e um trio de jazz no Theodore Roosevelt Memorial Hall já depois que os outros foram embora. Depois, o grupo sai de lanternas na mão para fazer um tour pelos fosseis, por exemplo. O jantar é um buffet bacana e o dormitório fica aos pés da baleia azul. Só precisa levar sacos de dormir e escova de dente. O próximo é dia 17 de dezembro e ainda há tíquetes aqui. Custa US$ 350.

to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@davidelaba
to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@rimmafux

Os bochichos do MIS, em São Paulo

Os paulistanos antenados sabem bem que os horários do Museu da Imagem e do Som (MIS) costumam ir além do protocolar “Horário de Funcionamento” que os guias publicam. Além das ótimas exibições – a próxima, sobre a trajetória de Silvio Santos, começa em 7 de dezembro – há muito mais o que ver. Projeções ao ar livre, festas, feiras ligadas a projetos de economia criativa, shows gratuitos e muito mais. Vale a pena assinar a newsletter.

to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@
fernandoliveiraa_
to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@meats_n_beer

Festa de Réveillon no Natural History Museum, em Londres

Esta é para quem quer começar o ano na companhia do dinossauro mais famoso de Londres. A balada, em parceria com a festa londrina Guilty Pleasures, vai acontecer no Hintze Hall, o saguão principal do museu, que há 35 anos exibe o esqueleto do Diploducus, o maior dino que já passou pelo planeta.

A festa começa às 20hs do dia 31 e vai até a 1 da manhã. Custa 130 Libras ou 230 libras para quem optar também pelo jantar. Tíquetes à venda aqui.

to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@nozzaberba
to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@vickihuang2012

Esticada no British Museum, em Londres

Normalmente o maior museu britânico fecha às 17h30, mas às sextas feiras dá uma esticada até as 20h30. Com algumas atividades especiais que podem ser palestras, performances de dança, shows de música ou exibição de filmes. Há também tours guiados gratuitos de 2 minutos por algumas das alas do museu e, quando o tempo permite, dá para tomar um drinque no café da área externa.

to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@sarateressa
to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@daninavarrog

Concertos de piano no Museu L’Orangerie, em Paris

No meio dos maravilhosos jardins das Tulherias, este pequeno pavilhão de 1852 era onde estocavam-se laranjas. No interior, uma sala oval exibe em praticamente toda a extensão os painéis das Nymphéas, de Claude Monet. Agora, imagine que durante o ciclo de concertos de piano, é exatamente lá no meio que o pianista fica. Os próximos serão dia 25 de novembro e 27 de janeiro. Veja a programação aqui.

to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@acfavano
to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@nickandlins

Concertos na casa de Mendelssohn, em Leipzig

Visitar a casa onde viveu o compositor Felix Mendelssohn Bartholdy, na cidade alemã de Leipzig, já é por si só um programa bacana. Há instrumentos, móveis, partituras e até mesmo roupas do músico. Agora, programe-se para assistir a um concerto para pouquíssima gente na diminuta sala que o próprio Mendelssohn costumava receber – e tocar para – seus convidados. Sempre aos domingos, às 11h. Tíquetes aqui.

to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@ringingtho
to-go-blogs-viajante-hiper-museus
Imagem: instagram_@ringingtho

dica to go travel

A Museum Hack (tel. +1-800-778-5531) é uma empresa que cria visitas guiadas insólitas em vários museus de quatro cidades norte-americanas: Nova York, San Francisco, Washington e Chicago. Os guias são meio malucões e levam para uma espécie de “anti-visita” cheia de fofocas sobre as obras, piadas e outras coisas que ninguém te contaria numa viaita mais séria.

Passagens aéreas para Nova York, Londres e Paris 

Hotéis em Nova York, Londres e Paris 

 

Cindy Wilk
Cindy Wilk

Cindy rodou mais de 40 países, ama praias e desertos, acha a Ásia o continente mais aconchegante do mundo e não pretende parar nunca de viajar para escrever e escrever para viajar. Autora de Endereços Curiosos de Londres (Panda Books) e Volta ao Mundo em 101 Dicas (Ediouro), colaborou para várias publicações de viagem e foi diretora de redação da revista TAM nas Nuvens.