Home > Viajante Hiperconectad@ > Nova York: Como comprar ingressos da Broadway
14 de junho de 2017

Nova York: Como comprar ingressos da Broadway

Mesmo para os mais concorridos musicais da Broadway há como comprar tickets online – ou não – com grandes descontos. Especialmente de última hora

broadway-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Ian Good

Talvez não dê para Wicked, mas é provável que cole para o Fantasma da Ópera. O Rei Leão não sobra, mas Chicago tem desconto. Estar entre as 13 milhões de pessoas que assistem por ano os mais conhecidos musicais da Broadway, em Nova York, pode custar uma média de 100 dólares. Mas este valor pode cair para um quinto, chegando a até mesmo 20 dólares, caso você use as táticas de guerrilha abaixo.


Wicked: um must see da Broadway.


O jeito clássico: a fila do TKTS
Aquela sua tia que vai sempre à Nova York já deve ter passado a dica da tal da fila das bilheterias da TKTS. É assim: basta esperar na fila, no próprio dia do espetáculo (ou no dia anterior para matinê), e arrematar um ingresso para os musicais disponíveis por descontos de até 50%. Difícil encontrar Wicked, Aladdin ou The Lion King, mas sucessos mais antigos como The Phantom of the Opera, Chicago, Miss Saigon, Charlie and the Chocolat Factory ou Hair costumam sobrar.

São quatro endereços em Nova York
As tais bilheterias pertencem à TDF – Theatre Development Fund – uma entidade sem fins lucrativos de fomento às artes performáticas e são quatro endereços espalhados pela cidade. A mais conhecida (e por isso com filas maiores) é a da Times Square (na 47th Street com a Broadway), bem no meio da área dos teatros. As outras ficam no Brooklyn, em Seaport (sul de Manhattan) e no Lincoln Center. Cada uma pode ter ingressos para diferentes musicais.

broadway-to-go-blogs-viajante-hiper
Shutterstock_Andrey Bayda

E dá para espiar o que sobrou antes de correr para a fila
O que a sua tia não te contou (ou talvez nem tenha descoberto ainda) é que dá para saber o que esperar antes de correr para a fila, seja online ou no aplicativo da TKTS.

O aplicativo é mais organizado
Com ele é possível saber em quais quiosques estão os ingressos que você quer e, ainda, o tamanho da fila que lhe aguarda. Mas comprar mesmo, apenas presencialmente. E o pior: nada garante que, ao chegar, o ingresso que você sonha ainda está disponível.

Rush Tickets, Lottery Tickets e Standing Room Tickets
Se você acha que ficar na fila ainda não é tortura o bastante para merecer um espetáculo da Broadway, há jeitos ainda mais sofríveis ainda para pagar pouco por um ingresso. Basta aparecer na bilheteria do teatro assim que ela abrir e se inscrever para as modalidades de loteria (sorteio mesmo), correria (você é avisado algumas horas antes) ou passar a peça inteira de pé (dispensa explicação). Eles podem sair por 25, 35 dólares ou até de graça, dependendo do musical.

E dá para fazer isso também online
Através de aplicativos de reserva como o Today.tix e sites como o nytix.com (que cobra U$$ 4 por mês) dá também para concorrer às loterias, rush tickets e saber de promoções. E também comprar ingressos com mais antecedência (mas também menos descontos). O Today.tix, além de gratuito, vende também bilhetes para musicais em outras cidades norte-americanas e em Londres, na Inglaterra. Mas não dá para escolher exatamente o assento – o app indica o setor e promete os melhores lugares disponíveis na área, garantindo não comercializar os com visão restrita (um eufemismo para te sentarem atrás de uma coluna).

broadway-to-go-blogs-viajante-hiper
O clássico Aladdin. Shutterstock_ Joseph M. Arseneau

Por fim, dê uma fuçada em outros sites de descontos
BroadwayBox, BroadwayInsider, EnterteinementLink. Todos estes prometem belos descontos em espetáculos da Broadway e Off Broadway. Pesquise antes de comprar.

Confira mais dicas sobre Nova York em nossos Guias de Viagem.

dica to go travel

Alguns rush tickets servem apenas para quem é estudante. Se for seu caso, não esqueça de fazer uma carteira internacional de estudante para levar na viagem.

Passagens aéreas para Nova York

Hotéis em Nova York

Cindy Wilk
Cindy Wilk

Cindy rodou mais de 40 países, ama praias e desertos, acha a Ásia o continente mais aconchegante do mundo e não pretende parar nunca de viajar para escrever e escrever para viajar. Autora de Endereços Curiosos de Londres (Panda Books) e Volta ao Mundo em 101 Dicas (Ediouro), colaborou para várias publicações de viagem e foi diretora de redação da revista TAM nas Nuvens.